quarta-feira, 29 de maio de 2013

Blogagem coletiva musical: Uma música longa

Acho que a maior música brasileira deve ser Faroeste Caboclo, do Legiao Urbana, tem mais de 9 minutos e a letra virou roteiro de filme. Admirava quem sabia a música de cor, nunca fui capaz de decorá-la. Letra aqui.



O trailer do filme:



O Hino Nacional brasileiro também é enorme e com palavras difíceis.

Para terminar, uma gringa longa, November Rain, do Guns n' Roses, do tempo que Axl era gatinho. Saudades da minha "aborrecência"



Essa BC musical é uma iniciativa da Dani Moreno, confira lá as músicas escolhidas por outras participantes.

domingo, 26 de maio de 2013

O que você come no Canada?

Muita gente me pegunta o que tem para comer no Canadá e o que o povo come aqui. Com a globalizaçao e a forte imigraçao, temos comida do mundo inteiro nos supermercados e nos restaurantes também. Nao vou responder pelo país inteiro, nem pela província do Québec, mas pela cidade onde moro, a Ville de Québec, capital da província.  A capital nao é a cidade mais importante, Montréal tem mais infraestrutura e opçoes, tem restaurantes e mercadinhos brasileiros, o que já nao tem onde moro, ou se tem, nunca ouvi falar.
Como cozinhar?
fogao elétrico - Google images
Aqui o fogao nao é a gas, é elétrico, penei um bocado para me adaptar já que o tempo de cozimento muda e no meu caso, a maioria das coisas que faço fica meio queimadas no fundo. Comprei aquelas panelas de fazer arroz porque nunca consegui fazer arroz decente no fogao. Até brigadeiro que tentei fazer queimou no fundo. Esse fogao, depois que você desliga, ele continua quente por um tempo o que já provocou algumas queimaduras nos moradores desta casa.
O kit básico de sobrevivência tem: arroz, feijao, carne, ovo, miojo, leite, pao de forma, presunto e queijo.
Feijao eu nao faço porque eu nao tenho panela de pressao, a panela daqui é diferente e eu tenho medo de mexer porque a minha mae tinha umas histórias de terror sobre panelas de pressao e eu fiquei aterrorizada pelo resto da vida. Qualquer fumacinha dispara o detector de fumaça do apartamento (aqui o povo tem neurose com incêndio e com razao pq aqui as coisas pegam fogo com facilidade), entao fazer fritura, usar panela de pressao, nao dá. No inverno nao dá para abrir as janelas, se fizer coisa frita com o apto fechado, ninguém aguenta o cheiro dentro de casa.
Aqui também nao rola vale-alimentaçao ou refeiçao, a galera leva marmita pra onde vai, seja trabalho ou faculdade.
O que é caro: Acho carne cara, de boi de frango, qualquer pedacinho dos mais baratinhos custa 7 doletas. Já paguei 12 dólares num pratinho de carne moída que tinha um pouco mais de 1/2 kg.
Frutas tropicais tb costumam ter um preço salgadinho, mas aí apelamos para as frutas locais
O que é barato: champignon é muito barato, já comprei um pratinho por 0,90. Todas as frutas que terminam com berry, strawberry, blueberry, raspeberry, blackberry. Pimentoes de todas as cores, tomates, bacon. Porcarias em geral, pacotes de salgadinhos enormes, MMs, chocolates. Eu pago 1,50 no chocolate Lindt, no Brasil custa R$12 no Pao de açúcar.
É barato também peixes e frutos do mar: salmao, bacalhau fresco, camarao, ostra,etc.
Tem uma marca que chama "sem nome", que as coisas sao bem baratinhas e boas, tem de tudo, desde de produtos de limpeza até todo tipo de alimentos.
no name, as embalagens sao todas amarelas

Aqui tem um site, o circulaires que você entra para ver onde tem promoçao, onde sai mais em conta, costumo olhá-lo antes para decidir onde vou fazer as compras.
Poutine
Um prato típico canadense é poutine, batata frita com molho de carne e queijo derretido por cima. Para mim isso nao passa de uma gororoba, o molho quente e gorduroso em cima das batatinhas, elas derretem e viram uma coisa, meu corpo rejeita isso, nao gosto. Prefiro as batatinhas sem meleca nenhuma. Eles gostam muito de Thai food tb, aqueles molhos adocicados e apimentados ao mesmo tempo. Comem pizza como todo mundo no mundo, mas nem se compara com a pizza paulistana, quem come pizza paulistana nao acostuma com outras, nao tem jeito. Esses dias pedi uma, a massa era seca e sem gosto, o molho ruim e ainda chegou fria.
Na maioria dos restaurantes está escrito "traga seu vinho".
Nao pode consumir bebidas alcoolicas no meio da rua se a policia ver, tu roda. Os cigarros nao ficam expostos no mercado, ficam dentro de um armário e do lado tem os nomes dos cigarros. Aqui nao tem Marlboro e as marcas que tem, além de serem caras, sao muito ruins.
O povo adora pasta de amendoim, tem potes enormes no mercado, eu acho ruim. A mesma coisa com o érable, parece mel, só que mais doce ainda, no me gusta.

O que eu como: Na falta do pao francês, pao de queijo, tapioca, coxinha, empadinha, de café brasileiro, a gente se vira e aprende a gostar de outras coisas, de prefêrencia que nao dê muito trabalho e dá para levar na marmita.
Aprendi a comer legumes crus, vendem assim com um molhinho de iogurte e ervas, saudável, barato e fast food.
queijo com uva e essa fruta seca que nao lembro o nome em português.  É muito bom isso, a primeira vez que vi foi vendendo na lanchonete da facul, agora faz parte da minha marmita, da minha vida, a combinaçao de uva com queijo é tudo de bom.
guacamole com tostillas
Comida mexicana é meu vício e adoro os mexicanos que moram aqui também, eles têm uma vibe ótima. Aqui é fácil achar tudo para comida mexicana e além de deliciosa é fácil de fazer, tô expert em guacamole. Tb faço burritos com carne moída ou frango desfiado.
couscous marroquino
Outra coisa que adoro é o tal do couscous marroquino, substitui arroz numa boa.

esse macarraozinho com creme de queijo, é baratinho, rápido de fazer e delicinha
Iogurte com blackberry. Dizem que essa fruta é a que tem mais anti-oxidantes. Bora comer, né?
Picles adocicado da Heinz, para comer com hamburger, muito bom e muito barato  $1,50


creme de leite para fazer strogonoff e creme para café com toque de baunilha, o café daqui é chafé, entao para dar uma incrementada e um gostinho melhor, esse creme é tudo, só joga um pouquinho, adoça, dá cremosidade e um saborzinho, nao vivo sem
adoro essa geléia com pedaços de morangos, uma colher tem só 20 cal, eu misturo com iogurte natural e framboesas ou morangos
palitinhos de chocolate, muito bom!

 A fanta uva aqui é meio transparente e mais gostosa, nao deixa a lingua roxa como a do Brasil, é feita com suco natural, mas isso nao quer dizer muita coisa, afinal é refri e faz mal, mas a gente toma do mesmo jeito, né? Aqui tem coca, pepsi, crush, 7up e outras marcas que nunca tinha visto, gostei de um de gengibre, nao lembro a marca, tem um outro que tem gosto de pasta de dente, esse já é ruim, só nao tem guaraná.
isso é vinho que vem em caixinha tetra pak, nunca vi no Brasil, tem?
snickers (é parecido com o charge), aero (é igual suflair) e o de leite da Lindt


Ficou enorme este post, talvez eu faça um segundo mais para frente porque nao falei de tudo, nem tenho foto de tudo. Essas sao minhas experiencias pessoais com comidas na cidade que moro, varia de pessoa para pessoa. Tendo dúvidas, é só manda ver nos comentários. Por hoje é só!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Blogagem coletiva musical: música com coreografia


Nos tempos de Britney, Gaga, Beyoncé, JLo, Rihana, Shakira, Justin Bieber e Timberlake, bonde das maravilhas e do tigrao, pop music em geral, a música já vem acompanhada de coreografia, impossivel para quem gosta dessas músicas, cantarolar e nao arriscar os passinhos, nao é?
O único jogo para Xbox que gosto é o Dance Central, já perdi muitas calorias com ele e aprendi muitas coreôs também. Quem nao sabe que jogo é esse veja o vídeo aqui.
A coreografia que eu me apaixonei logo na infância, a primeira vez que a dança me cativou foi quando assisti ao filme Flashdance, queria ser a Alex, usar polainas e moleton cortado. Entao, para essa blogagem, escolhi duas cenas deste filme:



Agora, na era balzaquiana, a última coisa que me encantou em relaçao à dança foi o filme Pina Bausch, do diretor Wim Wenders, quem ainda nao viu, fica a dica.


Até quinta-feira que vem!

Essa BC musical é uma iniciativa da Dani Moreno.

domingo, 19 de maio de 2013

Voilà, a primavera

Gosto muito das 4 Estaçoes, do Vivaldi e nao entendia porque o Allegro Primavera é o mais alegre e o mais bonito em relaçao às outras estaçoes, pensava eu: Por quê nao é o verao?


A vida se encarregou de me mostrar a resposta. Depois de sobreviver alguns meses no inverno canadense, sei a alegria da chegada da primavera. No inverno, o dia clareia por volta das 9h e às 16h já é noite. As janelas da casa ficam fechadas todo esse tempo, o aquecedor ligado e a umidade dentro de casa fica quase nula. Para colocar o lixo para fora tem que se vestir de astronauta e amassar neve, sem contar os dias de tempestade de neve, a gripe, nunca fiquei tao ruim de gripe em toda minha vida como fiquei aqui, 3 dias sem levantar da cama. Quem tem carro tem que acordar uma hora mais cedo para tirar a neve de cima.  Os aposentados vao para Cuba e Flórida. A falta de sol é um problema tao grave que causa até depressao sazonal, é preciso tomar vitamina D. Neste inverno teve um dia que fez -40C.

inverno - fotos do meu instagram @anaspbr

E de repente chega a primavera, os corvos, as marmotas e os esquilos retornam, as tulipas e as frutas vermelhas, o dia clareia às 4h da manha e escurece depois das 21h, chove bastante, by the way. Entao já podemos sair de tênis e sandálias, nada de botas pesadas.
O sol já esquenta, no inverno tem sol, mas nao esquenta, muito estranho. Tanto que quando o céu está lindo no inverno, significa que está muito frio. Agora as  pessoas sorriem e tem trânsito de bicicletas, os parques lotam, as crianças brincam e de uma hora para outra, as árvores que estavam sem nenhuma folha, como podem observar nas fotos acima, ficam verdes, como na foto abaixo. E o melhor, férias da facul, sem a pressao de provas e trabalhos, volto só em setembro, faço outro curso, mas é mais facil e nao demanda tanto qto a facul. Também já posso abrir as janelas e deixar o ar circular e o cheiro da comida sair.
O poder da natureza é tudo, nao? Que eu possa aprender com as árvores a adaptar-me e a renovar-me de acordo com as dificuldades que a vida me impoe.


Você tem razao, Vivaldi. A primavera é um novo tempo, trazendo muitas esperanças e alegrias.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Blogagem coletiva musical: Trilha sonora

Vou postar algumas trilhas sonoras que amo:

1) Alta Fidelidade (High fidelity), amo John Cusack, Jack Black, o filme como todo e a trilha sonora. A cena do Jack Black cantando Let's get it on é impagável



2) Before Sunrise e Before Sunset. As trilhas dos dois filmes sao muito emocionantes.



3) O filme «Romance e cigarettes» tem as melhores músicas com os melhores atores. Divertidíssimo



4) A trilha da série Girls. As músicas sao muito bem escolhidas para cada personagem, cada situaçao, parece que a letra foi feita para cena. A Hanna cantando Wonderwall, do Oasis, na banheira foi bem legal



Hanna twittando e começa a dançar após descobrir um babado do seu ex-boyfriend



A Marnie cantando para surpreender o Charlie



Os filmes do Quentin Tarantino, todos tem ótimas músicas. Os filmes do Christophe Honoré tb. O filme Juno, o filme Amélie Poulain. É isso, deixa eu parar, senao esse post nao vai ter fim.

Essa BC musical é uma iniciativa da Dani Moreno. Semana que vem:


quarta-feira, 8 de maio de 2013

Desafio Literário de maio: A metamorfose de Kafka

Para o Desafio Literário, cujo o tema é ler um livro que foi citado em um filme, escolhi a obra alegórica  "A Metamorfose", de Franz Kafka, citado no filme O leitor, dirigido por Stephen Daldry.
"Numa manhã, ao despertar de sonhos inquietantes, Gregor Samsa deu por si na cama transformado num gigantesco inseto"
Gregor trabalhava como caixeiro viajante e seu salário pagava as contas de casa, ele morava com os pais e uma irma. Certo dia ele acordou em sua caminha e nao era mais um humano bípede e sim um insetao cheio de perninhas. Visao do inferno, né? Vendo uma baratinha eu já faço um escândalo e filosofo mais que GH, de Clarice Lispector, imagine se eu nao desmaiaria vendo um insetao monstruoso....Falando sério agora:

Gregor que era o provedor da família, família parasita diga-se de passagem, tornou-se um inválido que só dá trabalho e causa vergonha e constrangimento. O seu trabalho era desgastante, exigia dele muitas viagens, o chefe inclusive foi em sua casa para saber porque ele nao compareceu para pegar o trem no horário previsto. Ele se esforçava para tentar cumprir suas tarefas, mas nao conseguia levantar
De repente a família têm que trabalhar e dispensar as empregadas. Gregor passa a ser desprezado, o pai torna-se violento e o machuca. Como disse, a família é parasita, gosta de depender dos outros, pais que dependem dos filhos e ficam forçando a barra, tanto que a última esperança do pai é que a filha se case com um homem provedor.


Na vida real muitas vezes é assim, pais criam grandes expectativas e esperam que os filhos sejam bem-sucedidos,  o pai acha que o filho tem que ser advogado, mas o filho quer ser artista plástico ou ainda, nao quer ser nada, quer usar drogas. Pronto, o filho já vira um inseto nojento.


Um exemplo muito parecido com Gregor sao os Hikikomori, que em japonês quer dizer "isolado em casa", é uma patologia psicossocial e familiar, atingem jovens que vivem isolados do mundo e das pessoas, vivem trancados em seus quartos e recusam a comunicar-se mesmo com os membros de sua família. Eles nao sao autistas, nem sofrem de problemas mentais graves, sao sociopatas, ou seja, sentem incapazes de ter vida social, têm um sentimento de nao poder cumprir seus objetivos de vida e reagem isolando-se da sociedade. Só no Japao, 264.000 casos foram registrados em 2011, mas em vários outros países existem casos parecidos. Devido ao longo período de confinamento, muitos desenvolvem depressão, síndrome do pânico e outras desordens mentais, alguns tornam-se agressivos mutilando o próprio corpo ou agredindo pessoas da família.
É uma situaçao difícil pois nem a sociedade, nem a família e nem a própria pessoa têm condiçoes para lidar com essa situaçao.
Várias outras interpretaçoes sao dadas a esse livro pelos estudiosos, pode ser considerado também como um conto sexual simbólico, conto existencialista, tratamento social de indivíduos diferentes, solidao e desespero. Eu particularmente, nao consegui inseri-lo no contexto sexual, vou pesquisar para saber o porquê.
Indico também o filme Metamorphosis que já tinha falado aqui.

Para terminar, um documentário sobre a vida de Kafka e os problemas que ele tinha com o pai. Para entender melhor esses problemas tem que ler o livro Carta ao pai.




segunda-feira, 6 de maio de 2013

Blogs de brasileiras no Canada que eu curto

Vou indicar alguns blogs e vlogs de brasileiras que moram no Canada e que falam de muitas coisas, nao necessariamente de imigraçao, sao assuntos desde de maternidade, filmes, séries, cultura em geral até dicas de beleza. Nao conheço nenhuma delas na vida real.
A Sue Brandao, mora em Montréal, tem um blog lindo, sabe tudo de mulherzices, afinal aqui a gente tem que saber fazer as próprias unhas, maquiagens, etc. Ela dá super dicas de beleza. O último vlog dela foi emocionante porque ela voltava de uma viagem do Brasil e contou como foi sofrido, as despedidas sao a pior parte, contou também de sua ida o médico aqui, o tempo que leva para marcar uma ressonância e da parada do metrô por alguma falha técnica, sim meu povo, aqui é como aí às vezes. Ela mostra os corvos no parque, eu os adoro, sao as aves que mais me fascinam por aqui. Confira:



Outro blog é o Cintia disse, a Cintia mora em Toronto e fala sobre tudo. Deixo os videos com as impressoes dela sobre o Canada, lembrando que é opiniao pessoal dela, cada um tem sua própria versao. O canal  no Youtube é muito bom também, ela super divertida, criativa, fala de tudo, assistiria tudo de uma vez se minha internet nao fosse limitada (aqui é limitada, se vc ultrapassa, vc paga muito caro, depois conto a gafe que eu passei por causa disso)





Botoezinhos, é um blog muito cuti-cuti, nao tem como nao se apaixonar pela Rita, pela Bella e pelo buldog, tem a blogagem coletiva «Pequenas felicidades» que eu participava, mas tem mais de uns 6 meses que nao participo, shame on me. Para quem é mae ou quer ser futuramente, é uma troca de experiências bacana e quem nao é mae e nem quer ser, também é bom porque ela fala de outras coisas.

Colorida Vida é da minha xará Ana que vive em Vancouver, o blog é super colorido, para quem gosta de design, arquitetura, nerdices, literatura, cultura em geral e maternidade também.

Bienvenue chez moi, gente quando eu crescer quero ser igual a Rose, de Montreal, ela tem um bom gosto para decoraçao da casa, para se vestir, para fotografar que eu fico boquiaberta a cada postagem dela. É outro nível, ela phyna, elegante, chic demais. Nao tem como nao entrar no blog dela e nao ficar fuçando tudo.

Aurora Borealis é o blog da Juliana que mora em Montréal, tem fotos lindas e muito conteúdo sobre livros, filmes, músicas, etc. Ela tb participa do projeto 101 coisas em 1001 dias que eu já conclui o primeiro e devo começar o segundo quando minha vida estiver mais estabilizada.

Queria fazer a versao masculina, com os rapazes dando dicas, na verdade só conheci dois, mas eles nao atualizam há mais de um ano. Caso alguém conheça os meninos que estao por aqui mandando bem nos blogs, deixa os links nos comentários, o mesmo serve para meninas que blogam e eu ainda nao conheço, pode indicar.

Por hoje é só!