domingo, 20 de junho de 2010

Dança comigo?


 "No Japão, a dança de salão é vista com muita suspeita, em um país onde os casais não andam abraçados e muito menos dizem "eu te amo" em voz alta, a compreensão através da intuição é tudo. A idéia que marido e mulher deveriam se abraçar e dançar na frente de outros, está além do embaraçoso. Entretanto, sair para dançar com outra pessoa poderia ser mal interpretado e se provar ainda mais vergonhoso. Apesar disso, mesmo para os japoneses, há uma curiosidade secreta acerca dos prazeres que a dança pode trazer".


Essa é introdução do filme, narra a história de um homem que trabalha na contabilidade de uma empresa, a vida dele resume-se ao trabalho e sua vidinha com a mulher e filha, essa mesmice deixou-o introvertido e até depressivo. Voltando do trabalho de trem, em uma das estações, ele via a escola de dança pela janela, ficava olhando a professora e os alunos dançando, um dia ele resolveu descer do trem e conhecer a escola. Tentou aprender a dança todo desajeitado, com toda aquela timidez japa e com a cabeça cheia dos preconceitos citados acima.
A dança tornou-o mais motivado, mais alegre, mais disposto. O coração deu uma cambaleanda pela teacher. Ele acabou indo para concursos de dança e a experiência foi bem bacana para sua vida pessoal.


A versão americana


A versão americana desse filme é bonitinha também, mas convenhamos, na América não tem preconceito com quem faz dança de salão, Richard Gere é muito simpático, não é como o japonês que é tímido, sem charme nenhum e retraído, ou seja, as partes mais interessantes e comoventes não fizeram tanto sentido, ficou mais parecido com um espetáculo da Broadway. No filme japonês mostra claramente a intenção do aluno x professora, já na versão americana ele faz a dança, mesmo a professora sendo a Jeniffer Lopez, ele a trata apenas como professora e gosta mesmo é de sua mulher, representada pela Susan Sarandon.

Eu que gosto de dança indico os dois, podem ver meninas, super fofo! Como assim, japoneses não abraçam e não dizem eu te amo? Tadinho deles...

Um comentário:

  1. Eu também preferi o original japonês. Adoro o filme.
    beijocas

    ResponderExcluir