segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Be sure to share

Ontem, em homenagem ao Dia dos Pais, nós escolhemos o filme japonês "Be sure to share". Sobre um pai, professor de Educação Física, durão e que descobre ter câncer. Com a fragilidade da doença, ele começa fazer planos para quando sair do hospital, ir pescar com o filho. O filho também foi aluno do pai, eles nem se falavam muito, era muita cobrança. Tanto que o pai não deixava o filho chamá-lo de pai na escola. Um dia ele mandou o filho escrever as 9 regras para ser sucedido no esporte (mas acho que vale para vida):

1) Se você esquecer os princípios básicos da vida, sua técnica não crescerá.
2) Não há vitória sem esforço diário
3) Não invente desculpas
4) Falta de gratidão é imperdoável!
5) "Incapaz" e "sem disposição" são diferentes!
6) Se você não está dando o seu melhor, não é treino!
7) Os fracos precisam de resultados rapidamente
8) Não há como lutar sem armas
9) Treino não garante vitória, mas não há vitória sem treino

A doença acabou aproximando mais a família, o filho percebeu que o modo rude do pai era um meio que ele tinha para mantê-lo disciplinado. Esse filme é tão lindo, tão emocionante! Tão japonês! Sim, porque filme japonês lida com questões difíceis da vida de uma maneira tão diferente de nós, ocidentais.
Uma lição linda que a gente tem que aprender e treinar diariamente é: Viva o hoje como se fosse morrer amanhã! Não vamos deixar de fazer o que a gente gosta, compartilhar bons momentos com os amigos e família. Eu, por exemplo, tenho uma lista de coisas para fazer antes de morrer, porque não quero lamentar o que não vivi e sim, compartilhar boas histórias e bons momentos.Hoje é o dia de dizer "eu te amo", para as pessoas que você ama, é o dia de dizer "como você é legal!" para seus melhores amigos, fazer um elogio a quem mereça, fazer uma doidera de vez em quando, como pular de paraquedas, escalar uma montanha, encher a cara, dar risada, roubar um beijo, falar palavrão, abraçar, comer aquela torta deliciosa, tocar o instrumento que você sempre sonhou, dançar, cantar, ler poesia em voz alta, tocar a campainha e sair correndo. Só se vive uma vez!

Quem passou pela vida em branca nuvem
E em plácido repouso adormeceu
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu...
Foi espectro de homem, não foi homem,
Só passou pela vida e não viveu...
(Francisco Otaviano)

Ou como diz o rei Roberto Carlos:
Se chorei ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi...

Sociedade dos Poetas mortos:

"Fui para os bosques viver de livre vontade.
Para sugar todo o tutano da vida.
Para aniquilar tudo o que não era vida
e para, quando morrer, não descobrir que não vivi."

Um comentário:

  1. Só vou falar uma coisa: Japonês é foda com lições de vida!

    ResponderExcluir